Chapter published in:
The Pragmatics of Adaptability
Edited by N. Daniel Silva and Jacob L. Mey
[Pragmatics & Beyond New Series 319] 2021
► pp. 325342
References

References

Baladeli, Ana Paula Domingos, and Aparecida de Jesus Ferreira
2008 “O Gênero Textual na Sala de Aula de Língua Inglesa: Uma Experiência com Sequência Didática.” In Formação de Professores de língua: Gêneros Textuais em Práticas Sociais, ed. by Aparecida de Jesus Ferreira, 85–114. Cascavel: Unioeste.Google Scholar
Brasil
2006Orientações Curriculares para o Ensino Médio. Brasília: MEC.Google Scholar
Calvet, Louis-Jean
2007As Políticas Linguísticas. São Paulo: Parábola.Google Scholar
Canagarajah, Suresh
1999Resisting Linguistic Imperialism in English Teaching. Oxford: Oxford University Press.Google Scholar
Cavalcante, Luciana Rocha
2003A Prática do Professor de Língua Inglesa no Centro de Ensino Médio Liceu Maranhense: Dimensão Pedagógica e Política-Ideológica. Master’s Thesis, São Luis.
Franco, Maria Amélia Santoro
2005 “Pedagogia da Pesquisa Ação.” Educação e Pesquisa 31 (3): 483–502. CrossrefGoogle Scholar
Gimenez, Telma
2009 “Diretrizes Curriculares e a Sala de Aula de Língua Estrangeira: Diálogos (Im)possíveis?” In Estudos da Linguagem e Currículo – Diálogos (im)possíveis, ed. by Djane Antonucci Correa, and Pascoalina Bailon de Oliveira Saleh, 177–187. Ponta Grossa: Editora UEPG.Google Scholar
Lucena, Maria Inêz Probst
2006Razões e Realidades no Modo como as Professoras de Inglês como Língua Estrangeira de Escola Pública Avaliam seus Alunos. Doctoral Dissertation, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Brazil.
Mey, Jacob L.
1998 “As vozes da Sociedade: Letramento, Consciência e Poder.” D.E.L.T.A. 14 (2): 1–12.Google Scholar
2001Pragmatics: An Introduction (2nd edition). Oxford: Blackwell.Google Scholar
2009 “Adaptability in Human-computer Interaction.” In Concise Encyclopedia of Pragmatics (2nd edition), ed. by Jacob L. Mey, 7–13. Oxford: Elsevier.Google Scholar
2014 “Sequencialidade, Contexto e Forma Linguística.” In Nova Pragmática: Modos de Fazer, ed. by Daniel N. Silva, Dina Maria Martins Ferreira, and Claudiana Nogueira Alencar, 129–144. São Paulo: Cortez.Google Scholar
Mey, Jacob L., and Daniel N. Silva
2014 “Pragmática, sociedade (e a alma), uma entrevista com Jacob Mey.” DELTA 30 (1): 161–179. CrossrefGoogle Scholar
Paraná
2008Diretrizes Curriculares da Educação Básica. Língua Estrangeira Moderna. Curitiba: SEED.Google Scholar
Pennycook, Alistair
1994The Cultural Politics of English as an International Language. Essex: Longman Group.Google Scholar
Phillipson, Robert
1992Linguistic Imperialism. Oxford: Oxford University Press.Google Scholar
Pimenta, Selma Garrido
2005Professor Reflexivo no Brasil: Gênese e Crítica de um Conceito. São Paulo: Cortez.Google Scholar
Silva, Daniel N.
2015 “A propósito da Linguística Aplicada 30 anos Depois: Quatro Truísmos Correntes e Quatro Desafios.” DELTA 31: 349–376. CrossrefGoogle Scholar
Silva, Elias Ribeiro
2003Ideologia do Ensino de Inglês como Língua Estrangeira em Três Diferentes Contextos Escolares. Master’s Thesis, Universidade Estadual Júlio de Mesquita, São José do Rio Preto, Brazil.
Siqueira, Sávio
2011 “World Englishes, Inglês como Língua Internacional, Inglês como Língua Franca.” In Políticas da Norma e Conflitos Linguísticos, ed. by Xoán Lagares and Marcos Bagno, 333–354. São Paulo: Parábola Editorial.Google Scholar
Stefanello, Carla Marli Adiers
2007Da Competência Comunicativa à Linguístico-Discursiva: Implicações para o Ensino e Aprendizagem de Língua Estrangeira. Master’s Thesis, Universidade de Passo Fundo, Brazil.
Travaglia, Luis Carlos
2001Gramática e Interação: Uma Proposta para o Ensino de Gramática no 1° e 2° graus. São Paulo: Cortez.Google Scholar
Wright, Sue
2004Language Policy and Language Planning: from Nationalism to Globalisation. Hampshire: Palgrave Macmillan. CrossrefGoogle Scholar